nossos doutorados

Psicologia

O objetivo geral do Programa é formar docentes e pesquisadores qualificados para o ensino e para a investigação dos processos de saúde contemporâneos por meio da análise de diferentes práticas, discursos e instituições contribuindo, assim, para a produção de conhecimentos e de estratégias de intervenção no campo da Psicologia da Saúde como uma ênfase da ciência psicológica.
Em termos específicos, a perspectiva acadêmico-científica do Programa valoriza o diálogo interdisciplinar que se explicita na constituição de seu corpo docente, no acolhimento de acadêmicos com diferentes formações, na organização curricular e nas produções decorrentes das pesquisas, dissertações e teses. Busca-se, assim, criar e manter articulações com outros campos de conhecimento, a fim de enriquecer a área da Psicologia da Saúde.
Nesse aspecto, cabe enfatizar que a área aglutina estratégias que possibilitem respostas a uma nova forma de pensamento em saúde, desdobrando o clássico esquema das enfermidades mentais, à projeção da Psicologia da Saúde frente à promoção de saúde, prevenção de doenças e agravos à saúde, diagnóstico, tratamento, reabilitação, bem como a análise de sistemas de saúde, determinantes sociais de saúde e adoecimento, articulação intersetorial, que possam satisfazer as demandas e necessidades de nossas populações especialmente dentro do campo das Políticas Públicas. Propõe atender a temas relevantes no plano regional, nacional e internacional, com pesquisas que contemplem a relação entre Psicologia e determinantes sociais de saúde e adoecimento, vulnerabilidade social (tais como populações indígenas, ribeirinhas, sem terra, dependentes químicos, etc), políticas públicas e sociais (saúde, assistência social, educação, segurança, trabalho) meio ambiente/ecologia, aspectos étnicos e de gênero.

O objetivo geral do Programa é formar docentes e pesquisadores qualificados para o ensino e para a investigação dos processos de saúde contemporâneos por meio da análise de diferentes práticas, discursos e instituições contribuindo, assim, para a produção de conhecimentos e de estratégias de intervenção no campo da Psicologia da Saúde como uma ênfase da ciência psicológica.

Em termos específicos, a perspectiva acadêmico-científica do Programa valoriza o diálogo interdisciplinar que se explicita na constituição de seu corpo docente, no acolhimento de acadêmicos com diferentes formações, na organização curricular e nas produções decorrentes das pesquisas, dissertações e teses. Busca-se, assim, criar e manter articulações com outros campos de conhecimento, a fim de enriquecer a área da Psicologia da Saúde.