nossos mestrados

Ciências Genômicas e Biotecnologia

A Biologia moderna é fortemente embasada nas áreas de Ciências Genômicas e Biotecnologia. Estas áreas vêm revolucionando as atividades de pesquisa e desenvolvimento das chamadas Ciências da Vida. Os avanços recentes de pesquisa e desenvolvimento, por exemplo, incluem tecnologias cada vez mais sofisticadas e eficientes para gerar, analisar e interpretar grandes quantidades de dados de seqüenciamento de DNA. Estes avanços permitem ainda localizar genes de interesse em qualquer parte do genoma, descobrir os genes que controlam características de interesse econômico, analisar expressão gênica de milhares de genes simultaneamente ou ainda desenhar e introduzir construções gênicas específicas em espécies alvo. Alia-se a isso a integração do conhecimento biológico com os recursos da informática, inaugurando a era do processamento em escala de dados de DNA de diferentes organismos. A comparação direta da informação genética entre organismos, através do estabelecimento de redes de conhecimento, permite, em última análise, conectar todas as formas de vida existentes.
Neste cenário, o jovem estudante interessado em aprofundar seus estudos neste promissor campo de trabalho tem uma nova opção de treinamento acadêmico em Brasília: o Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Ciências Genômicas e Biotecnologia da UCB.

A Universidade Católica de Brasília considera que o conhecimento e a informação provenientes das Ciências Genômicas e da Biotecnologia vem produzindo impactos significativos no agronegócio, na saúde, na solução de problemas ambientais, na investigação forense, na indústria e na prestação de serviços. Esta revolução na área das Ciências Biológicas influenciará cada vez mais a prática da medicina e da agricultura no futuro, abrindo novas perspectivas para decifrar, proteger e utilizar, de forma racional, a biodiversidade existente.

O Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Ciências Genômicas e Biotecnologia foi implementado no ano de 2000 e aprovado com conceito cinco (5,0 - MESTRADO) em 2002 e conceito cinco (5,0 - DOUTORADO) em 2004 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, Ministério da Educação. A concepção do Programa baseou-se na premissa de que o fortalecimento da pesquisa em Ciências da Vida deve ser feito através da consolidação de um Núcleo de Excelência, voltado para pesquisa básica, multidisciplinar e cooperativa nas atividades acadêmicas. Este Núcleo tem por missão ainda a criação de oportunidades de interação com o setor produtivo de bens, como usuário do conhecimento científico e tecnológico. O Núcleo de Excelência do Programa é embasado em:

• um corpo de professores altamente qualificados, treinados em reconhecidos centros de pesquisa brasileiros e internacionais, com experiência na utilização das tecnologias mais avançadas da biologia moderna;
• uma infraestrutura adequada ao ensino e pesquisa nestas áreas;
• na capacidade de atração de talentos estudantis com motivação e dedicação plena às atividades da pós-graduação;
• na estreita colaboração com as instituições de ensino e de pesquisa nacionais e internacionais, contribuindo para a consolidação do Centro-Oeste como um pólo de ciência e tecnologia competente na área de ciências genômicas e biotecnologia.

A Biologia moderna é fortemente embasada nas áreas de Ciências Genômicas e Biotecnologia. Estas áreas vêm revolucionando as atividades de pesquisa e desenvolvimento das chamadas Ciências da Vida. Os avanços recentes de pesquisa e desenvolvimento, por exemplo, incluem tecnologias cada vez mais sofisticadas e eficientes para gerar, analisar e interpretar grandes quantidades de dados de seqüenciamento de DNA. Estes avanços permitem ainda localizar genes de interesse em qualquer parte do genoma, descobrir os genes que controlam características de interesse econômico, analisar expressão gênica de milhares de genes simultaneamente ou ainda desenhar e introduzir construções gênicas específicas em espécies alvo. Alia-se a isso a integração do conhecimento biológico com os recursos da informática, inaugurando a era do processamento em escala de dados de DNA de diferentes organismos. A comparação direta da informação genética entre organismos, através do estabelecimento de redes de conhecimento, permite, em última análise, conectar todas as formas de vida existentes.
Neste cenário, o jovem estudante interessado em aprofundar seus estudos neste promissor campo de trabalho tem uma nova opção de treinamento acadêmico em Brasília: o Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Ciências Genômicas e Biotecnologia da UCB.

A Universidade Católica de Brasília considera que o conhecimento e a informação provenientes das Ciências Genômicas e da Biotecnologia vem produzindo impactos significativos no agronegócio, na saúde, na solução de problemas ambientais, na investigação forense, na indústria e na prestação de serviços. Esta revolução na área das Ciências Biológicas influenciará cada vez mais a prática da medicina e da agricultura no futuro, abrindo novas perspectivas para decifrar, proteger e utilizar, de forma racional, a biodiversidade existente.

O Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Ciências Genômicas e Biotecnologia foi implementado no ano de 2000 e aprovado com conceito cinco (5,0 - MESTRADO) em 2002 e conceito cinco (5,0 - DOUTORADO) em 2004 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, Ministério da Educação. A concepção do Programa baseou-se na premissa de que o fortalecimento da pesquisa em Ciências da Vida deve ser feito através da consolidação de um Núcleo de Excelência, voltado para pesquisa básica, multidisciplinar e cooperativa nas atividades acadêmicas. Este Núcleo tem por missão ainda a criação de oportunidades de interação com o setor produtivo de bens, como usuário do conhecimento científico e tecnológico. O Núcleo de Excelência do Programa é embasado em:

• um corpo de professores altamente qualificados, treinados em reconhecidos centros de pesquisa brasileiros e internacionais, com experiência na utilização das tecnologias mais avançadas da biologia moderna;
• uma infraestrutura adequada ao ensino e pesquisa nestas áreas;
• na capacidade de atração de talentos estudantis com motivação e dedicação plena às atividades da pós-graduação;
• na estreita colaboração com as instituições de ensino e de pesquisa nacionais e internacionais, contribuindo para a consolidação do Centro-Oeste como um pólo de ciência e tecnologia competente na área de ciências genômicas e biotecnologia.