nossos mestrados

Comunicação

Objetivos

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação (Mestrado) visa à formação avançada de professores e pesquisadores voltados ao estudo dos processos comunicacionais na cultura mediática e nas organizações e comprometidos com o fortalecimento do campo da Comunicação.

São objetivos específicos do Programa:

1. Contribuir para a consolidação do campo da comunicação, a partir de seus eixos epistemológicos e suas especificidades e respeitando o caráter transdisciplinar da pesquisa e do ensino na área;

2. Formar pesquisadores e docentes para atuação nos cursos de graduação das áreas da comunicação social e das ciências sociais aplicadas, dotados das competências necessárias para desenvolver pesquisas científicas que venham contribuir para o desenvolvimento sustentável e a justiça social, no campo das ciências da comunicação;

3. Fortalecer o espaço de reflexão e produção acadêmico-científica sobre as temáticas da comunicação a partir da região Centro-Oeste;

4. Estreitar vínculos entre a academia e organizações públicas e privadas, com vistas à inserção social do conhecimento produzido no Programa;

5. Qualificar pesquisadores, docentes e profissionais para que consigam intervir, a partir da pesquisa e da construção do conhecimento, em processos comunicativos demandados pela sociedade, com o domínio das novas competências multimídia, assumindo postura favorável ao aprendizado, com abertura ao novo e aos domínios de um saber plural, de forma crítica, participativa e ética.

O egresso do Programa de Mestrado em Comunicação da UCB deterá as competências necessárias para o livre e responsável exercício altamente qualificado das atividades profissionais de docente e/ou pesquisador no campo da Comunicação, com plena capacidade para:

1. atuar como tradutor e intérprete da realidade, com a capacidade de compreender criticamente os mecanismos envolvidos nos processos de produção, transmissão, interação e recepção na esfera midiática e nos sistemas sociais;

2. agir de forma integrada e cooperativa em programas e cursos de Comunicação e nas demais áreas de interface envolvendo equipes multidisciplinares;

3. comprometer-se com a consolidação do campo da comunicação;

4. assumir uma postura de abertura ao novo, com os domínios de um saber plural e socialmente comprometido;

5. ser crítico, criativo, participativo e, sobretudo, ético.