nossas notícias

Professor e mestre da UNIFATEA fala sobre as 10 habilidades que todo profissional vai precisar até 2020
Prof. Me. Luiz Gustavo de Souza, Coordenador do Curso de Administração e professor do Core Curriculum do UNIFATEA

Segundo o Fórum Econômico Mundial, sabe-se que, até 2020, 35% das habilidades mais demandadas para a maioria das ocupações deve mudar. As mudanças são justificadas no contexto da chamada Quarta Revolução Industrial: era da robótica avançada, automação no transporte, inteligência artificial e aprendizagem automática. Sim, nos próximos quatro anos estes e fatores sócio econômicos, geopolíticos e demográficos terão impacto direto no mundo do trabalho: seja no surgimento ou desaparecimento de profissões, seja no hall de habilidades demandadas pelo mercado. Muitas delas estão ligadas a ações ainda impossíveis de serem realizadas por máquinas. O foco do relatório está nos aspectos que ainda fazem os seres humanos superarem os robôs. A seguir, veja quais as 10 habilidades que todo profissional vai precisar até 2020, em maior ou menor escala, para ter sucesso no trabalho:

 

 

 

1. Resolução de problemas complexos

2. Pensamento crítico

3. Criatividade

4. Gestão de pessoas

5. Coordenação

6. Inteligência Emocional

7. Capacidade de julgamento e de tomada de decisões

8. Orientação para servir

9. Negociação

10. Flexibilidade cognitiva

 

Para entender melhor e saber como exercer essas habilidades, entrevistamos o Prof. Me. Luiz Gustavo de Souza, Coordenador do Curso de Administração e professor do Core Curriculum do UNIFATEA:

 

1 – Diante das 10 competências que um profissional vai precisar até 2020, quais delas você percebe que as pessoas têm mais dificuldade em exercer?

 

Não considero uma única competência que as pessoas têm mais dificuldade de exercer e sim, em um contexto mais amplo, essas competências embora estejam diretamente ligadas a perfis psicológicos dos indivíduos, podem ser trabalhadas com mais facilidades no desenvolvimento em umas pessoas do que em outras, no entanto é preciso estar atento e querer, para enfim poder exercitar as técnicas adequadas de capacitação e formação que possam permitir o desenvolvimento delas.

 

2 – O mercado profissional não espera ninguém, encontrar hoje uma universidade que promova além de teoria e prática, habilidades e competências com qualidade e forme profissionais qualificados, é uma tarefa complexa, como o UNIFATEA exerce esse trabalho?

 

Nosso Centro Universitário está bem alinhado com as informações publicadas pelo Fórum Mundial, pois através do desenvolvimento das unidades curriculares transversais, como são oferecidas pelo Core Curriculum, visam justamente preencher esta lacuna no desenvolvimento educacional em nível superior de nossa região, fazendo com que nossos alunos tenham no currículo, além de uma marca sólida e confiável como o UNIFATEA, mas também inovadora no contexto de formação profissional.

 

3 – Em sala de aula como os alunos podem aproveitar mais os conteúdos oferecidos?

 

Em primeiro lugar, o aluno precisa perceber que ele é protagonista neste novo modelo de ensino aprendizagem, onde os professores são os tutores deste processo. É importante destacar que o aluno precisa estar aberto e ciente a este novo momento que o mercado está projetando.

 

4 – Além de sala de aula quais outras ferramentas que a universidade oferece para gerar essas competências nos alunos?

 

São diversas opções que os alunos têm à disposição para se capacitarem com o desenvolvimento dessas competências além das salas de aula, através dos projetos integradores oferecidos pelos cursos, os projetos de extensão do NEXT, enfim, o desenvolvimento de atividades extra sala é fundamental para o desenvolvimento dessas competências.

 

Fonte: UNIFATEA