nossas notícias

UCDB na lista do SCimago Institutions Rankings
Foto: Divulgação

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), em Campo Grande (MS), estreia em 72º no SCimago Institutions Rankings (SIR), indicador internacional no meio científico que avalia instituições de ensino superior e de pesquisa classificando-as por meio de três conjuntos diferentes de métricas. São quatro Quartis, ou seja, a UCDB está no topo com Q1, um reconhecimento para uma Universidade que prima pelo ensino, pesquisa, extensão e pastoral. “É um importante ranking no meio científico, estarmos configurando entre as 205 instituições no Brasil é algo fantástico, melhor ainda na posição 72”, comemora o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UCDB, Dr. Cristiano Marcelo Espínola Carvalho.

 

O ranking de pesquisa leva em conta o volume, impacto e qualidade da produção de pesquisa da instituição. No ranking de inovação é calculado com base no número de pedidos de patentes da instituição e nas citações que sua produção de pesquisa recebe de patentes. Para o ranking social, o número de páginas do site da instituição e o número de backlinks e menções das redes sociais são levados em conta. “São mais de 2.600 instituições de ensino superior no Brasil e ficar nesta posição é definitivamente uma conquista dificílima e que resulta de muitas décadas de trabalho sério, valorizando o tripé pesquisa, ensino e extensão”, completa o professor e pesquisador, Dr. Hemerson Pistori.

 

 PROFESSORES DESTAQUES NA RESEARCH.COM 

 

Dois professores da Católica também integram como pesquisadores no indicador Research.com. O Prof. Dr. Octavio L. Franco, coordenador do programa de pós-graduação em Biotecnologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) foi listado na Research.com em terceiro lugar no Brasil na área de microbiologia, sendo 11.986 citações e 342 publicações. No ranking mundial está na 975 colocação.

 

Franco lida principalmente com Peptídeos Antimicrobianos, Antimicrobianos, Bioquímica, Antibióticos e Microbiologia. Sua pesquisa de peptídeos antimicrobianos integra questões do sistema imunológico inato, biologia computacional e doenças humanas. Octavio L. Franco combina assuntos como morbidade humana, bioinformática, resultado de tratamento, biotecnologia e drogas peptídicas com seu estudo de antimicrobianos.

 

Já o Prof. Dr. Heitor Miraglia Herrera, professor da pós-graduação em Biotecnologia e em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária da UCDB também foi listado pelo indicador Research.com. Ele está em 50º colocação na área de ciência animal e veterinária, com 1.908 citações e 120 publicações. No mundo está em 1.244º lugar.

 

Medicina da Conservação e Saúde Única são suas principais áreas de estudo. Seu grupo de pesquisa no CNPq – Interface entre a Saúde Animal, Ambiental e Humana (www.insanahuna.com) combina tópicos em áreas como biologia, ecologia, parasitismo e saúde.

 

Fonte: Missão Salesiana do Mato Grosso